terça-feira, 14 de setembro de 2010

Nossos candidatos perfeitos

De manhã quando vou para o trabalho, gosto de escutar o horário eleitoral afinal é no mínimo divertido, até porque rir de si mesmo faz bem para a saúde, falo isso como brasileiro, pois sei que são esses os políticos que terão nossos votos.  Durante esses dias de horário eleitoral, venho observando um fenômeno que é a quantidade de pessoas competentes, trabalhadoras, sérias, lutadoras e altruístas que existem na política brasileira. Falando com minha esposa, comentei com ela como o mercado de trabalho é diferente, pois são poucos os candidatos a qualquer vaga que reúnem tantas características positivas como nossos candidatos, por vezes chego a pensar que estou em um país desenvolvido.

Uma das frases mais repetidas é a frase da luta, todo mundo quer lutar ou lutou muito por alguma coisa, da mesma forma que eu posso dizer que lutei pela paz mundial ou para acabar com a fome mundial, eles podem dizer que lutaram pelas classes que desejam representar ou por algum projeto que beneficiou alguém, nem eu nem eles vão estar mentindo, apenas distorcendo a verdade.

Uma outra coisa interessante é a quantidade de políticos que se entitulam "trabalhadores", pois se algum dia eu tiver uma empresa vou encher de candidatos e políticos, pois saberei que todos são muito trabalhadores e competentes. Num país que é marcado pelo jeitinho brasileiro e pelo desejo de ganhar muito e não fazer nada, ainda bem que temos nossos políticos para nos salvar desse mar de preguiçosos.

O que mais me impressiona é que numa eleição em que 4 vagas são para o legislativo, ou o cara diz lutar por tudo(Segurança, Educação, Saúde) ou só por alguma coisa("fim do desemprego"). Acredito que todos os candidatos devem ter propostas e devem ter um foco de atuação, mas isso não exclui todo o resto, afinal eles têm que lutar pela sociedade inteira, só que isso não é uma opção deles, é uma obrigação, isso por sinal é algo que muitos se esquecem, os políticos não estão fazendo favor quando criam boas políticas públicas ou ajudam uma comunidade e outras coisas caracterizadas como "boas ações", isso é obrigação deles, isso é o trabalho deles, assim como no mercado de trabalho, os bons políticos são os que vão além, são os que se esforçam mais, não os que fizeram apenas uma ou duas coisa boas durante todo o seu mandato.

2 comentários:

Breno disse...

Bem observado. Certa vez comentei com alguns amigos que a maioria dos politicos ali presentes no horário eleitoral costumam só dizer a verdade.
São coisas como "O Brasil precisa melhorar a educação...", "Falta saneamento, falta saúde para a população carente", "É preciso investir em segurança", etc.

Eles não mentem, o pior é saber que hoje o povo também não acredita que eles vão mudar essa situação.
Enquanto houver pobreza, carência de educação, saúde, segurança, contiuaremos a eleger esses mesmos políticos que trabalham por uma única causa: A própria. É o poder como forma de influência na tomada de decisões de onde gastar nosso dinheiro, É o dinheiro que irá correr para suas contas e a perpetuação do poder.

Apesar de tudo isso, acredito que lentamente as coisas estão mudando. Um dia quem sabe veremos seriedade em nossos representantes e no eleitorado.

Autor disse...

Concordo Breno, só fico preocupado com a velocidade dessas mudanças, será que está sendo suficiente?