segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Minha questão com educação

Não canso de dizer que para o Brasil se desenvolver de maneira sustentável, precisa investir na qualidade da educação, isso não que dizer obrigatoriamente mais investimentos financeiros, nem salário de professor, nem infraestrutura de colégios, com certeza um aumento de qualidade trará consigo um aumento de gastos, mas esse gasto seria direcionado e bem empregado, pois apenas jogar dinheiro nas secretarias não quer dizer melhoria de educação, principalmente no Brasil.

Digo isso porque no Jornal do Commercio de domingo, tem uma matéria sobre Salgueiro, cidade que está avançando muito em relação a antiga fama de ser centro de distribuição de maconha. Fico muito feliz pela cidade mas gostaria de frisar que sem uma educação de qualidade, a economia não se sustenta.

Considerando um mundo ideal, uma vez que os investimentos em saúde e segurança fossem triplicados, os resultados desses investimentos seriam quase que imediatos, poderíamos ver mais médicos e policiais bem mais satisfeitos com o seu trabalho, assim como um quantitativo maior de servidores públicos, e esse é exatamente o problema com educação, grandes investimentos na educação precisam ser bem feitos e ainda assim não gerariam resultados imediatos, pelo menos não no ponto de vista de sociedade, pode-se jogar bilhões de reais na educação e ainda assim poderíamos ter uma educação deficitária que não gera votos no ano seguinte.

Fico preocupado com Salgueiro, espero que a cidade cresça economicamente e educacionalmente, porque só assim a cidade vai se tornar uma grande esperança para o interior de Pernambuco, desejo que as autoridades vejam isso hoje, pois se nada for feito hoje amanhã pode ficar complicado.

2 comentários:

Breno disse...

Salgueiro cresce de forma desordenada. Investimento lá é abrir mercadinho e bares. A população carece de educação e a preparação de mão-de-obra é muito básica. Há de se investir mais em cursos técnicos, profissionalizantes e melhorar as estruturas dos cursos superiores, ou Salgueiro estará fadada a voltar para sua posição inicial.

Se medissem o crescimento de Salgueiro, iriam ver que próximo ou até mais de 50% em 1 ano. É preciso uma atuação mais profissional e menos politica na cidade, para que não só Salgueiro, mas as cidades vizinhas possam se benificiar desse momento e continuar crescendo.

Autor disse...

Pois é Breno, crescimento econômico sem contraponto social, é um problema sério, eventualmente as empresas se darão conta que não vale mais a pena investir e simplesmente fecham a filial e vão se embora.